CLIPPING

À Caça de Novidades

Tudo o que a gente usa, consome e vê por aí, desde o tecido do sapato até o corte de cabelo, passando pela maneira de servir nos restaurantes e as intervenções artísticas nas ruas, cruzou nosso caminho por algum motivo. Se algo é considerado tendência ou inovação, certamente não foi à toa, e passou por um processo elaborado, envolvendo muitas pessoas, até chegar às nossas mãos. Por trás de tudo isso estão os profissionais chamados de coolhunters ou caçadores de tendências. Nesta entrevista, Sabina Deweik conta como desenvolveu sua carreira e dá dicas para quem quer empreender este caminho. Aqui você lê a matéria completa e assiste o vídeo!

http://community.motorola.com/pt-br/blog/caca-de-novidades

caça de novidades

Caçadores de Tendências

Um livro que muita gente está lendo, uma cor de batom que está em alta, o tênis que é febre entre a criançada. Já parou para pensar por que isso acontece? Antes mesmo de esses produtos e serviços chegarem até você, profissionais observam muito, pesquisam, analisam e antecipam os gostos das pessoas. Estamos falando do cool hunter, traduzindo, o caçador de tendências.

http://ludovica.opopular.com.br/editorias/moda/caçadores-de-tendências-1.1081749

CH foto

Caçadora de Tendências Pioneira no Brasil

Apesar de boa parte das pessoas ainda ficar com um enorme ponto de interrogação em mente quando escuta o termo cool hunter (veja a explicação abaixo), Sabina Deweik garante: a atividade tem influência sob quase todos os produtos com que temos contato.

http://zh.clicrbs.com.br/rs/entretenimento/noticia/2015/12/sabina-deweik-cacadora-de-tendencias-pioneira-no-brasil-sair-grifado-dos-pes-a-cabeca-era-bacana-agora-nao-e-mais-4923108.html

O Presente da Inovação: Eles são especialistas em dizer o que vêm por aí

Usar padrões e a ciência para apontar o que vai acontecer em breve ou daqui a alguns anos é a especialidade de um novo tipo de profissional.

O carro que está na sua garagem não será mais necessário em algumas décadas. Carros não tripulados e o desdém dos millennials cuidarão disso. O seu emprego com carteira assinada também tem prazo de validade. Com crise ou sem crise, a ONU (Organização das Nações Unidas) afirma em estudo que, até 2050, a taxa de desemprego global será de 20%. Caberá a você rever seu conceito de “estabilidade”. Previsões como essas são feitas e disseminadas aos montes. Mas vale prestar muita atenção quando as mesmas são pensadas ou endossadas por um FUTURISTA, UMA ESPÉCIE DE CONSULTOR DE INOVAÇÃO. Sabina uolhttp://tab.uol.com.br/futurismo/

O Incrível Mundo dos Cool Hunters

A primeira coisa que a maioria das pessoas pensa quando se fala em cool hunting é que ele nada mais é do que um nome hype para pesquisa de mercado, além de ter a ver com moda. Ledo engano. E isso ficou bem claro no workshop que acabei de participar promovido pelo Instituto Rio Moda e facilitado por Sabina Deweik…

Leia a matéria completa:
http://noo.com.br/o-incrivel-mundo-dos-cool-hunters/

O Brasil é o laboratório do futuro

Foram 10 anos de pesquisa intensa sobre o país, tratando o povo e sua cultura como sujeitos, para chegar no lançamento do livro “Eu, Brasil”. A obra, organizada pelo presidente do Future Concept Lab e sociólogo italiano Francesco Morace e publicada pela editora italiana Nomos Edizioni, está disponível aos interessados desde a última quarta-feira, dia 24 de abril de 2013, quando foi realizado um evento no Centro de Cultura Judaica na capital paulista. Além de Morace, também fizeram parte do lançamento Sabina Deweik, Laiza Martins e Nicoletta Vaira. Já é a terceira publicação da FCL no Brasil, ao lado de “DNA Brasil” (em colaboração com o SENAI CETIQT) e de “Consumo Autoral” (já em sua segunda edição), e a primeira com o apoio da Aberje.

Leia matéria completa

Brasil ganha espaço como laboratório de tendências

Ao longo dos mais de 500 anos de história, o Brasil já teve diversas alcunhas: colônia de Portugal, país do futebol, país do futuro, gigante adormecido… Agora, quando já não é lembrado apenas pelo futebol, nem está tão adormecido, foi alçado à condição de laboratório de pesquisa sobre o futuro, quando o assunto é comportamento em design, moda e gastronomia.

Leia matéria completa

Por dentro: Cool Hunter

Viajar, pesquisar, ler, ouvir, sentir, observar. Tudo isso faz parte da rotina de um grupo de profissionais que se dedicam a perceber o comportamento das pessoas e antecipar tendências, os chamados “Cool Hunters”. Eles têm a missão de, literalmente, caçar comportamentos, ideologias, sentimentos, absorver informações e traduzi-las em tendências, para apresentar às empresas o que pode estar na moda nas próximas estações, ou inclusive apontar novos rumos que a tecnologia poderá alcançar. Tudo que poderá influir para a mudança de hábito dos consumidores e sua visão de mercado e de mundo.

Leia matéria completa

O futuro agora

Antecipar as necessidades dos consumidores sempre foi uma característica de grandes empreendedores. De Henry Ford, que criou automóveis com preços acessíveis, até Bill Gates e seus softwares que facilitaram o uso dos computadores pessoais, alguns poucos empresários marcaram época por criar indústrias que depois se mostrariam essenciais.

Leia matéria completa